Sunday, May 30, 2010

Alice (e Cineminha) in Netherlands

Hoje era dia de ir para Amsterdã, passar na Finalmente Brasil - porque a gente aqui vive carente de picanha e guaraná (mas guaraná - e outras muitas coisitas mais - eu compro ma Lekker Brasil), e parece que é vital comer churrasco durante o verão com os dois -  e encontrar alguns amigos num restaurantezinho brazuca bem no centrão, perto da estação, chamado Rodízio que dizem que é ótimo. A idéia era colocar o papo em dia e meio que comemorar meus aninhos amanhã, já estávamos prontos, com o pé na estrada, maaaaaaaaaaaasssss... São Pedro não gostou da idéia e abriu a torneira com vontade e ainda abaixou a temperatura. Resultado: furou! Ficou pra próxima... Mônica, você foi uma fofa. Valeu! 


Fui finalmente ver Alice em 3D no cinema. Vale muito a pena. Vale se você ainda tem um quê de criança, adora direção de arte, ama Alice, Tim Burton (ou estilo), qualquer um dos maravilhosos atores do elenco (atuando ou dublando), tem curiosidade nos filminhos 3D novos, está de bom humor, ou precisa de alguma coisa pra melhorar ou humor... Enfim, se você é como eu, se encaixa em tudo que eu citei e em mais outros tantos possíveis, ou em um! Amei. E, de certa forma, salvou o dia chocho, friorento e chuvoso que ia se tornar mais um preguicoso, assistindo a qualquer esporte na TV(mesmo cuspe à distância) e vendo qualquer coisa, porque a programação de domingo nos canais (televisão, não de água) por aqui também deixa a muito a desejar.

O filme é uma delícia e eu saí doida para voltar e assistir de novo de de novo... É uma viagem ao país das maravilhas, você entra, mergulha naquele mundo delicioso que só um Tim Burton consegue tornar "real", representar em imagens tão bem. O 3D ajuda, ok, mas mesmo sem já seria sensacional e daria essa sensação. Eu perdi "Avatar" e outros, então foi minha primeira vez nessa nova-velha-moda do 3D. Assim, demorei a acostumar. Os óculos me incomodaram um pouco no início, mas eu sempre tenho problema em achar um óculos (mesmo de sol) que não o faça. Achei-os um pouco pesados e desconfortáveis. Também demorei a me acostumar com as legendas (em holandes) no primeiro "plano". Sei lá, ficou estranho. Mas, ainda prefiro assim, com o áudio original e legenda, do que assistir dublado, como avatar 3D passou por aqui.

Os cinemas aqui são modernos, com boas cadeiras, telas de alta definição, boas guloseimas, estrutura... Quando eu cheguei aqui em 2007 ainda fui a um antiguinho, que eu acho muito mais charmoso, apesar de menos confortável. Com um "quê" de "Cinema Paradiso". Infelizmente construíram um multiplex na frente, "Must See" e ele acabou tendo o fim de todos os "clássicos". Fechou as cortinas. Como o nosso Icaraí, em Niterói. Hoje fui ao "Euroscoop", ainda maior, fora do centro. Um bilhão de salas, com bilheteria "self-service"...  :-P  O que diminui a fila para caramba, fica mais prático. Acho que, por pouco, quase perdi Alice nos cinemas. Já colocaram para uma sala menor, que não estava cheia e só com 2 sessões num domingo e num domingo de chuva! Isso só pode indicar que está pra sair de cartaz. Amaline, corre!

Iir ao cinema na Holanda é um pouco diferente... "Especial". Não me entendam mal, é que eles ainda mantém uns hábitos assim... Ok, ainda há intervalo no meio do filme! Sabe aquilo que no Brasil acontecia há umas décadas atrás? Pois é. Entre 10 e 15 minutos de pausa no meio, no auge do filme, não interessa a duração. Acho que Ben-Hur deve ter tido uns 3 intervalos. Quando fui no antiguinho, achei que até combinava com o lugar e tal, mas continua nos ultra-duper-super modernos multiplex. E 90% do povo levanta a bunda, muitos largam bolsas, perteneces pra trás nas cadeiras (Sério!) para esticar as pernas, fumar (detalhe: tem que sair do préido e é "longe"), ir ao banheiro, comprar mais pipoca, malteser's e M&M's, comentar a primeira metade... Afe! E pra nós, "guerreiros" que agüentamos 2 horas sentados sem precisar fazer xixi, nos resta musiquinha de elevador instrumental - nem bossa nova era - e uma grande e enorme tela azul com "intermission"escrita. Cacete. É não saber fazer dinheiro! Deviam usar esse tempo para colocar uns traillers, uns comerciais bacanas desses feitos para assistir no cinema, até mesmo um quiz sobre a primeira parte, sei lá. Eu sei que, para mim, que amo e sou pentelha em relação à cinema, 10 minutos já é tempo mais que suficiente para desprender a atenção e sair do clima do filme. Ou seja, intervalinho obrigatório brochante (Rô!).

Eu já tinha me irritado com isso quando fui assistir Batman com o Heath Leder de coringão. Ainda bem que era Alice e, como Batman, esqueci a irritação quando recomeçou. Recomeçou no momento em que a Rainha Branca aparece pela primeira vez com vontade no filme, um close do rosto dela. Quase um susto com aquela brancura cadavérica e bocão preto e gestos perfeitos hahaha Usei o intervalo para (acreditem!) twittar sobre o fato. Eu ainda não criei calo com twitter... E nunca sei se escrevo em português, inglês, holandês... Vou ficando no endutchuguese... Mas é o samba do crioulo doido e desanima.

Voltando: vão assistir! E quem nunca leu o livro, leia! Eu adoro a maioria das versões, para crianças, a original... A versão da Disney que me apresentou à Alice e até hoje eu acho uma delícia de assistir. Mas, nem tudo é legal: Achei o mangá pornô - vi a reportagem na internet com umas imagens - ridículo. Mangá, pra começar, desculpem, mas não é a minha. Nem anime. E acho esse tipo de "releitura" meio "nada a ver". Falta de criatividade dos roteiristas e escritores do gênero. O mesmo achei no tal museu do Sexo (ou o Erótico?! Sei lá, o no meião da Red Light de Amsterdã) quando vi a sala com versões pornô dos contos de fada. Só pode ser tomado como comédia, no máximo. :-P Ai, estou cri-cri. TPA30+ (tensão pré-aniversário passando dos 30).

Quando eu soube que iam fazer um filme fiquei com o pé atrás. Quando eu soube que era coisa do Tim Burton, com sua gangue de atores queridinhos, fiquei feliz da vida. Não tem quase nenhum filme dele que eu não ame e não tem nenhum filme dele que eu não ache no mínimo legal, interessante. "Chess/Cheshire", que é um dos meus personagens queridos, está perfeito! Ainda mais legal, melhor representado que na versão Disney, e com a voz do Stephen Fry. Aliás, Absolom (a lagarta) não poderia ter melhor intérprete que o Alan Rickman com aquela voz meio soturna, meio dengosa, meio melosa, meio bêbada... As rainhas também estão maravilhosamente bem representadas. Anne Hathaway me surpreendeu e se encaixou bem na "trupe". Helena Bonham-Carter é sempre fantástica, loucamente perfeita hehehe Adoro. Johnny Depp é outro que representou um Chapeleiro meio willy wonka, com um que de Jack Sparrow, mas que ficou "O"Chapeleiro. A menina também, Mia Wasikowska, que eu estava curiosa porque Alice é uma personagem que eu acho difícil. Ou vai ficar monga demais, ou séria, perfeita demais, conseguiu equilibrar super bem.

Ah, gente, perfeito! Saí com a certeza de que eu ainda quero um bloodhound! O Bayard é a coisa mais linda do mundo. Em 3D dá ainda mais vontade de mergulhar na tela e (Amaline) apertar o focinho!

Depois fechei o dia entrando num kogelbiefstuk com molho de pimenta-verde do Bommel Beer (cada restaurante tem o nome de um beer, de um urso) que fica ao lado do Euroscoop. Aliás, quando estou com saudade de um bom bifão e de um lugar meio outback, é para lá que eu vou. Os restaurantes Beren são bem gostosos e com um preço razoável para carne por aqui. Hmmmm. Ah, e ainda me deram um cartaozinho para a promoção da copa deles (olhem o site, linkei com o nome do restaurante): comendo um prato principal durante a copa, ganhamos um boné da torcida beer.... Eu quero! É ridiculamente-fofo ou fofamente-ridiculo. hahahah

Beijocas que o dia está terminando e amanhã eu fico 1 ano mais véia. 

p.s: Eu sei, o topico sobre a viagem!Não esqueci. Já está escrito e salvo no rascunho, no draft. Mas está tão gigantesco que vou ter que dividir em partes - e isso porque ainda não está com fotos! Por isso meio que sumi, estava escrevendo sobre a viagem :-P

2 comments:

Simone said...

Fefa primeiro de tudo PARABÉNS!! Feliz aniversário, tudo de bom viu :)

Sobre o filme, eu falei, falei falei aqui e ninguem se animou a ir comigo quando estreou. Ouvi os meus amigos do Brasil falando maravilhas, e eu sem assistir, Acabei esquecendo do filme. Você falando agora, o Iwan procurou e essa é a última semana aqui em Den Haag. Tenho que pedir pra sair do trabalho mais cedo até quinta e ir correndo ver, deu até água na boca lendo a sua descrição.

Essa do banheiro heim? Parecia quando eu ia assistir filme de criança no cinema (eu adoro desenhos), e tinha intervalo pras kids irem no banheiro. :P

Seguindo as suas dicas de presentes, eu vou na Xenos essa semana procurar o que está falando. Esse domingo fiquei mofando o dia todo em casa, nao parou de chover e ainda choveu forte, foi um tédio só e eu comecei a limpar tudo guarda roupas, cozinha... tudo.

beijao

fefa said...

Simone, obrigada!!! :-) Eu li péssimas críticas sobre o filme, que o chapeleiro tem destaque demais e dá uma de heroi apaixonado, que é isso e aquilo, fui esperando um filmeco e amei. Mas, aqui achei que foi muito mal divulgado, não?! Que o povo realmente não se empolgou. Hoje começaram a vender o DvD e o Blue Ray nas lojas por aqui. 17,99 com um Poster. Mas, vale a pena ainda assistir no cinema. Espero que vocês gostem! Mas tente ir sem "pré-conceitos" e expectativas altas demais. Ajuda hahahah

O intervalo é ridiculo mesmo, mas... hahahahaha So nos resta rir :-P Ah, legal! Espero que vc ache as coisinhas na Xenos. Aqui em Tilburg tem pelo menos muuuiiittta coisa. Sim, foi um domingo nojentinho. que bom que o sol já saiu! Beijocas