Friday, August 27, 2010

Um dia em "Tilburgo"



Bom dia!!! Postão!

Tilburg está longe de ser uma cidade turística, não tem um centro antigo, não é bonita, mas é um barato!
Estação central. Projeto de Koen van der Gaast
A cidade fica na província de Noord Brabant (Brabante do Norte) e é uma das maiores cidades dos Países Baixos, ficando só atrás das quatro da Randstad (Amsterdã, Utrecht, Haia e Roterdã), Maastricht, Eindhoven e Almere (se incluir 2 distritos, fica à frente de Almere). Como eu disse, não há um centro antigo, um centro histórico, como a maioria das cidades e vilarejos da Holanda. A razão é porque Tilburg, diferente da maioria das cidades, não foi crescendo, se desenvolvendo ao entorno de um centro medieval. Tilburg como cidade é relativamente nova. É, de forma bem resumida, o resultado do encontro de pequenas vilas de tradição têxtil que cresceram até se encontrar. E Tilburg herdou essa tradição e se manteve como cidade industrial e referência na área. Hoje é mais conhecida por concentrar empresas de logística e pela excelente Universidade.
Kermis
Festival Mundial
Carnaval
Até por ser uma cidade universitária, Tilburg é agitadíssima. Com uma boa vida noturna, ótimos bares, um centro lotado deles, um do lado do outro. Mil e um eventos: Festival mundial - é, em português mesmo; T-parade - o carnaval de verão; a maior "Kermis" (quermesse) da Holanda; Slaagwerkfestival - o festival de batucada, cheio de grupos de holandeses tocando "olodum"; Muzenconcerten (festival de musica semanal no verao, ao ar livre, nos jardins da universidade); Playgroundsfestival (festival internacional de arte digital. Maravilhoso!); um carnaval maravilhoso (Tilburg fica na parte católica, então seguimos, como toda brabant e limburg, as tradicoes e assim, temos carnaval :-P)...
Mosteiro Trapista Koningshoeven
Cervejaria Kandinsky

Para quem gosta de cerveja: O mosteiro trapista de Tilburg (fica em Berkel-Enschot, uma vila que faz parte do município) é bem legal. Eu compro a La Trappe (cerveja deles) no Sligro, mas também vende na VVV da cidade e já vi na Gall & Gall. Mas, se você não quer ir longe, bem no coração da cidade, pertinho da estação está o "Kandinsky". Uma cervejaria (bier cafe) pequenininha, minúscula, numa esquina do centro. Super aconchegante, vive cheia de fiéis bebedores. Só no inverno o cardápio de cervejas da estação chega a 200! Comida não é o forte. Tem uns beliscos. Cerveja é. Eu que não sou chegada à pielsen normal, achei várias deliciosas. Vale a pena.
Heikesekerk
Mesquita de Tilburg, vista do alto
Tilburg era a cidade holandesa com o maior número de igrejas católicas. A maioria já foi demolida, transformada em outra coisa, virou casa... Mas, ainda assim, há um número considerável de igrejas espalhadas pelo centro e são lindas. A Heikesekerk, ao lado da prefeitura, é atualmente a mais antiga. Uma coisa legal em Tilburg é a diversidade. Há um número grande de imigrantes e muitos, mas muitos islâmicos. Sendo assim, Tilburg tinha que ter uma mesquita. E é uma senhora mesquita. Enorme! Line que o diga. É um prédio moderno, super interessante. Do alto é a meia lua do islã!
Entrada para o Scryption e o Natuurmuseum
Natuurmuseum
Para quem curte museus, além do Scryption (que é bem pequenininho), há boas opções em Tilburg: O museu de ciências naturais de Brabant fica porta a porta com o Scryption e eu achei bem legal. É um museu de ciências naturais e, sendo assim, agrada mais a criançada do que os adultos. Eu achei um barato. E fui com excursão da escola! Ha! Na época das minhas aulas de holandês, do curso de integração. No primeiro andar havia uma exposição de arte indígena do mundo, nos outros andares eles estavam com uma exposição sensacional, super bem montada sobre a água -não só a conversa de sempre, mas também as espécies invasoras, o ecossistema... Tudo interativo (e atrativo). Como o tipo de museu que é, tinha a parte tradicional que mostrava também a fauna de Brabant. Apesar de eu ter horror a animal empalhado, foi muito interessante ver "de perto". O casarão do museu é lindo! E na lanchonete tinha uma tortinha de maçã que... Deus meu! E eu não sou chegada à torta de maçã. Não era fatia, era uma mini torta. Vale a pena! hahahaha.
De Pont
Textielmuseum
Textielmuseum

O museu  "De Pont" é um museu novo (1992), de arte contemporânea, construído no que já foi uma fábrica. É um museu referência na Europa e, mesmo fora do circuito do turista comum, tem um bom público (a maioria europeu). Sendo arte contemporânea, na minha opinião, não é para "qualquer um". Não é todo mundo que curte. Mas o prédio e a adaptação do prédio para museu já vale. Pertinho do De pont está o "Museu têxtil" da cidade. Onde ficava a grande sede. É o máximo. Quase uma máquina do tempo. Dá para ver desde as primeiras técnicas, máquinas, ferramentas, até as mais modernas (incríveis). E os teares funcionam. Aliás, a parte moderna é também laboratório. Você pode ver a coisa acontecendo na hora, de verdade e não só uma mostra. Tem até um quê das máquinas de Willy Wonka (não, o cenário não é tão colorido, não tem oompa loompas, mas o trabalho das máquinas sim). Há uma área só para Damast tradicional, que eu amo. Acho que em português é "Damasco" mesmo. Além de exibir os grandes teares, eles também oferecem restauração e lavagem. Eu fiquei pensando nas toalhas e guardanapos da minha avó em Damast. Ah, e claro, a lojinha do museu (eu amo lojinhas de museus!) é uma atração a parte! Não, não. Ela foge dos suvenires tradicionais! Você pode comprar cachecol, mantas lindas, feltro, tecidos... Tudo de altíssima qualidade.
Paleis-raadhuis
Paleis-raadhuis
Draaihuis
Ik Woon Hier

Não faz muito tempo, a prefeitura abriu no castelinho a "sala de desenho do vincent"(van gogh). Há em brabant uma "rota van Gogh". Para quem não sabe, ele nasceu (lá perto da Ju) aqui na província, cresceu, estudou... Em Tilburg ele morou e estudou. Então, para quem curte, é um prato cheio, passear pelos vilarejos... Há rotas lindas de carro, bicicleta, a pé... Esse castelinho, o  "Paleis-raadhuis"que é parte da prefeitura e é onde os casamentos civis são geralmente celebrados, foi construído por ordem do Guilherme II, com a idéia de fazer de Tilburg uma Versalhes holandesa (sem piadinhas, por favor!). Ele acabou morrendo antes do palácio ficar pronto. É lindo. A prefeitura volta e meia apóia uma intervenção artística (e esquisita) pela cidade. Um letreiro com o nome de um site em neon no centro comunitário do meu bairro "Ik. Woon. Hier. nl" ("Eu moro aqui") é uma "obra"  (eu jurava que era um site para a comunidade). No encontro dos anéis rodoviários, no meio da rótula, há uma casa que... Gira! "A casa que gira" é também uma "obra" Ela fica rodando, rodando... Devagarinho.
013


Tilburg também tem boas opções para quem curte música, teatro, cinema... O 013 é sensacional. Com uma programação ótima, super eclética. Shows internacionais excelentes. Nacionais também. Sai do lugar comum. Eu já assisti, por exemplo, aos "Ipanemas" (Uma mistura de Wilson das Neves, alguns músicos do Azymuth e mai um tanto de outros bons músicos. Jazz e samba) lá, acabou sendo de graça. E o mesmo lugar vai receber Joe Satriani, Gare du nord, Within temptation,..., Já recebeu um monte de pop e de rock... É um barato!Tem um ótimo estacionamento rotativo ao lado e ainda é pertinho de onde os bares estão. Schouwburg: A sala de concerto e o grande teatro de Tilburg são incríveis. Ficam em um mesmo prédio. Também fui conhecer com a "escola". Além do grande salão (22 graus constantes e sistema de iluminação embasbacante) para grandes shows, orquestras, música clássica,..., há salas menores com shows de cabaret (comédia, gente, e não cancan), música (salas que você pode alugar para casamento também!), o teatro, o filmfoyer, bons bistrôs (é, no plural), lojinha de tentações (com coisinhas diferentes, livros... ai, ai)... Cinema temos dois multiplex (o euroscoop e o midi) e o cinecitta, com uma programação alternativa ótima.
Efteling - Entrada do parque a noite. foto: shots by me
Efteling - entrada para o povo Laaf

E para a criançada (e criançada grande também):  o Oliemeulen, um reptiário (mas hoje tem outros animais também) diferente por ser na cidade. Fica numa construção de 1650. Como eu não sou fã de bicho preso, não é dos meus programas favoritos. A bos notícia é que há um plano para transferir o Oliemeulen para uma área bem maior, numa região, num bairro mais afastado do centro. O que já é um grande passo. Mas, é curioso e eles têm um trabalho interessante com a população, com a criançadinha, de ensinar mesmo, tirar medos, aproximar os cabecinhas-de-queijo da natureza... Há contato. Mas, por falar em zoo, nos arredores de Tilburg fica o Beekse Bergen. No vilarejo de Hilvarenbeek. Merece um post a parte ;-) É um safari park enorme. Você pode fazer a pé, como num grande zoo, mas sem muitas "jaulas", tipo: os babuínos têm uma área enorme aberta e passam para a dos elefantes, girafas... São areas gigantescas, lindas. Ou você pode fazer o safari mesmo de carro, ônibus-safari, barco (!!! Mas no inverno não), sim há um lago gigantesco lá dentro, com direito à ilha para alguns animais (ilha com bosque). Ou você pode fazer tudo em sequência!!! Eu fiz a pé (uns 6 km) e era inverno. Amei. Os cerdos ficam soltos uma área de bosque e vêm pertinho da gente (sem grade). Há um projeto de preservação por trás e, apesar de ainda ser um zoo, uma certa "dignidade" com os animais. Ainda nos arredores de Tilburg (com ônibus direto da estação central) está o Efteling... Ah, o Efteling! Uma das grandes paixões da minha vida! Merece todos os posts. Só indo. E digo: prefiro o Efteling à Disney.

É isso: programa para todos os gostos e bolsos. Quem diria?! Vendo o tamanho do post, percebi que Tilburg tem mais coisa para fazer do que eu imaginava hahahaha

Beijo!

11 comments:

Tati Pastorello said...

POis é, Fefa. Eu ía lendo e tentando entender por que você falou no início que não era um local turístico. Tem mais atrações que o Rio, só não tem a praia. Mas quem precisa de praia com tanta coisa legal para fazer?
Quando vi a foto do museu textil, pensei em uma construção daqui, que também era uma fábrica, e tornou-se um shopping, a construção é igual!
Amei tudo, adoraria conhecer este lugar, e já está na minha lista de ROTEIROS TURISTICOS!! hehehe
Beijos.

analice said...

é verdade, sabe que as cidades pequenas ou muitas vezes sem esse chamento turisticos acaba sendo mais gostoso para se visitar, pois descobrimos o ponto forte sem apelos externos, as simplicidades das coisas, o conjunto de expressões... adoro isso, assim de perceber, de conhecer andando, de conhecer por si só aquelas coisas que boa parte nao percebe; valorizar os pontos pequenos,. os monumentos, as pessoas... gostei... quem sabe um dia nao visito...
bom final de semana!!!

Paula said...

Nossa, nem tinha idéia! Olha que fiquei hospedada em Berkel-Enschot e ninguém me disse nada sobre esse mosteiro... e é claro, tb sobre todo o "resto"... :S
Tb não fiz passeios culturais por Tilburg, somente andei pelo centro, nas lojas...
Ótimas dicas!! Valeu!!

beijos

PS- Antes que eu me esqueça: acho o banner que vc criou para o blog mto criativo e bonito!!

Fefa said...

Bom dia, meninas!

Tati, é pq, como eu disse, Tilburg não é "bonita". É uma cidade ótima para se viver, mas é "feia" (pelo menos é mais bonita que eindhoven :-P ) não tem um centro histórico... E não tem praia hahahahaha Foge do padrão de cidades "turísticas" daqui. Sério? Qual shopping? hahah então tá! Qdo vier, avise :-P Beijo

........

Analice, concordo! Não há o desespero de atrair, de sufocar com pacotes, suvenires e afins. A cidade segue seu curso, as pessoas tb. Eu sempre q viajo tento sair do roteiro normal. Parar onde ninguem para, ir em velocidade de tartaruga, sem pressa de comer o lugar... Seja bem vinda ;-) Obrigada e boa semana!
........................

Paula, vc se hospedou aqui? Sério? Eu conheço 2 brasileiras maravilhosas em Berkel - Raquel e Alessandra. Ninguém faz passeios culturais por aqui. Eu agradeço ao meu inburgering pq sem ele eu tb não conheceria muitos desses lugares provavelmente. Ah, obrigada! :-D Eu tinha que ter uma coisinha com meu traço, meu estilo por aqui. Mas foi tão dificil, demorei seculos pra começar o blog pq nao queria sem o header esta pronto hahahahah

Beijocas!

Tatiana said...

Nossa Fefa...voce falou que nao era bonita...achei uma graça e cheio de atrações...ai...adoraria conhecer.
Eu na Holanda so conheci Amsterdam,mas era bem novinha, nem curti muito.
Que maneira a foto da mesquita do alto mostrando a meia lua,nao sabia que tinha tantos islâmicos la!
Tem altas coisas...quem me dera ter metade disso aqui em Cancun...hehe..
Beijocas!!

Maíra said...

Uoooou! Fefa, não acredito que eu não conhecia o seu blog! Muito legal, acabei de virar frequentadora! Hehehe!

Tem falado com Bia? A gente tava combinando de fazer alguma coisa lá em Paris, ela tá morando lá perto de casa, mas vim visitar a família aqui no Brasil e acabamos não nos encontrando ainda.

Eu também tenho um bloguinho, quando der, dá uma passada lá: nemanquezpas.blogspot.com

beijos

Fefa said...

Oi, Tati! Oi, Maíra!

Tati, Tilburg tem pontos bonitos, mas não é uma cidade com um conjunto bonito. Tem muitos predios e casas novos, estilo "caixa de sapato". :-P Eu adoro a Amsterdã, mas não é meu canto preferido por aqui. Muito cheia e está muito suja (o centro, na verdade. É muito turista e muito lixo de turista). Uma pena. Há muitos islâmicos por aqui. Muitos! É a maioria esmagadora dos imigrantes. E há um preconceito muito forte também. Que só faz crescer. A mesquita é linda. Vi umas fotos do interiro e fiquei de boca aberta. Ah, Tati, mas você tem aquele azul que é só de cancun, né?! hahahahaha Beijocas!!

.....................

Maíra!! Bem vinda! heheh Que bom que gostou. Eu comecei em maio, devagarinho e sem "alarde" :-P Eu tenho que falar mais com a Bia. Te respondo por msg ;-) Eu passei ha muito tempo atrás no ne manquez pas! Adorei. Vou te "revisitar" :-D

Beijos!!!

Paula said...

Olá!
Então, fiquei hospedada em Berkel sim, por uns 10 dias. Até me disseram que tinha uma brasileira morando lá, mas isso era fofoca de vizinho q conhece vizinho (putz, morar em vila deve ser f...rsrsrs). Bom, eu to indo morar em Veldhoven, que é maior, mas espero não ser "conhecida" pelos vizinhos pela nacionalidade. ;)
bjkas.

Fefa said...

Oi, Paula! hahahah É verdade! Mas não é só em vilarejo que isso acontece não, viu?! :-P Se bem que Berkel, apesar de vila é na verdade um distrito de Tilburg, é ligado à gemeente daqui :-P Mas, é hiper vilinha, né?! Eu acho lindo, mas acho que me entediaria. Eu moro tb num distrito de Tilburg, mas novo, todo planejado, "animado" e perto do centro. Eu acho Berkel sempre vazio, quieto demais... Todo mundo dentro de casa... Ah, que legal! Eu nunca fui à Veldhoven, mas sendo beeem grudado em Eindhoven, acredito que não seja tão quieto. Seja bem vinda :-D

Dani dutch said...

Fefa,
Um super post sobre Tilburg.
Eu moro em Zwolle, e o centro é minusculo, e tem praticamente uma rua principal onde está concentrada a maioria das lojas, mas o verde por aqui é encantador também.
bjuss

Tatiana said...

Isso é verdade Fefa, e agradeço sempre que o vejo!!!
Posso imaginar a descriminação que deve existir!